O vice-presidente para a área financeira da Académica, Luís Godinho, apelou hoje ao respeito dos clubes denominados "grandes" do futebol português para com os mais pequenos, dado que no actual contexto todos dependem uns dos outros.

"Nem vou comentar o apelo do Benfica à não presença dos adeptos nos jogos fora de casa. No nosso caso concreto, todos nós dependemos uns dos outros e quanto mais pequenos formos, mais respeito merecemos", disse à Agência Lusa Luís Godinho.

Assim, no último jogo Académica-Benfica, na temporada 2009/2010, a presença de 21 742 espectadores gerou uma receita a rondar os 300 mil euros, mais ou menos semelhante às das épocas 2008-2009 e 2007-2008, em que marcaram presença 18 980 e 19 068 espectadores, respectivamente.

Em relação ao Sporting, o número de espectadores variou entre 9586 em 2009-2010 para 14853 em 2008-2009 e 8822 na temporada 2007-2008.

Já quanto ao FC Porto, os números foram inferiores, indo de 5552 em 2009-2010 até 10 905 em 2007-2008, passando por 11 970 em 2008-2009.

As receitas da Académica com o Sporting e FC Porto foram inferiores às do Benfica, clube dos três grandes que atrai mais gente a Coimbra, conforme espelham os números atrás citados.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.