Com um pé e meio fora do Benfica, ainda é possível que Jonas permaneça na Luz.

Jonas e o seu empresário e irmão, Tiago Gonçalves, reuniram-se com Luís Filipe Vieira, mas ainda não há novidades. Avança o jornal O Jogo, que há 10 dias Vieira tinha oferecido mais um ano de contrato e um salário anual acima dos dois milhões de euros, superior ao que aufere o reforço Facundo Ferreyra.

Mas depois dessa conversa entre os dois, Jonas alegou que não se sentia em condições para continuar no Benfica e deu a conhecer ao líder das águias a vontade em rumar ao Al-Nassr da Arábia Saudita, que lhe oferecia um salário em torno dos 10 milhões de euros por dois anos de contrato. Vieira teria acedido ao desejo de Jonas com a contrapartida de ainda receber cinco milhões de euros pelo avançado.

Ora, a faca e o queijo na mão está agora lado do jogador diz Vieira. Ainda no dia de ontem, o presidente das águias em declarações à BTV manifestou o desejo de que Jonas permaneça da Luz.

"Queremos que se mantenha connosco, estamos disponíveis para renovar. Alguma dúvida têm que falar com o Jonas", afirmou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.