O treinador do FC Porto, André Villas-Boas, considerou hoje de “ridícula” a nota positiva do árbitro Jorge de Sousa no clássico com o Sporting, da 12.ª jornada da Liga portuguesa de futebol.

“Como é que alguém pode ter nota positiva com uma exibição tão má e com influência no resultado. Roça o ridículo. E a pessoa que a atribui devia ter mais bom senso e critério”, defendeu André Villas-Boas.

André Villas-Boas foi expulso por Jorge de Sousa no clássico de Alvalade, que terminou com um empate 1-1, e foi castigado com 10 dias de suspensão, pelo que falhará o encontro com a formação sadina.

Villas-Boas sustenta que a exibição de Jorge de Sousa “teve influência no resultado” e considera que a pessoa que o avaliou de forma positiva “devia ir para casa, rever o jogo e pensar no que está a fazer”.

A ausência do banco foi minimizada pelo treinador, que não escondeu o seu “desgosto enorme por não participar activamente no jogo”, dentro do rectângulo da área técnica por si usado “para fazer exercício físico”, gracejou.

“Essa responsabilidade (orientar a equipa) está entregue à minha equipa técnica e sentimo-nos confortáveis. A comunicação é permitida e estamos todos em sintonia para colmatar a minha ausência”, disse.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.