Vítor Paneira assumiu esta quinta-feira a ambição de conquistar 30 pontos na estreia do Tondela na I Liga portuguesa de futebol, na conferência de imprensa de apresentação do novo treinador do clube.

“Sinto-me feliz por este convite, por regressar a esta casa e a esta cidade. Quero cumprir os objetivos, alcançando os 30 pontos que garantem a manutenção. Acredito seriamente que vou conseguir porque sou como treinador aquilo que fui como jogador", afirmou Vítor Paneira.

O técnico, de 49 anos, regressa ao Tondela, que treinou entre junho de 2011 e novembro de 2013, depois de ter orientado o Varzim na época passada.

Para a sua estreia na I Liga, Vítor Paneira, que já treinou clubes como Serzedelo, Ribeirão, Moreirense, Marco, Vila Meã, Famalicão, Boavista e Gondomar, vai ser coadjuvado por Carlos Rego, André Rafael, André Mota e Rafael Vieira.

"Trabalhei para isso e também acredito que não estou neste lugar por acaso", frisou Paneira, admitindo que a "exigência será enormíssima", para “cimentar” no primeiro escalão do emblema tondelense e assim contrariar a tendência de descidas de equipas estreantes.

Paneira disse não temer a possibilidade de disputar alguns jogos em casa emprestada, nomeadamente com Benfica, FC Porto e Sporting.

"Jogar com os ‘grandes’ não é fácil, mesmo na nossa casa. Vamos encarar esses jogos com grande responsabilidade, o importante é ter um comportamento que se exige a uma equipa de I Liga", sublinhou o técnico, que após conferência de imprensa foi saudado por alguns adeptos no Estádio João Cardoso.

Ainda durante a apresentação, o presidente do Tondela disse confiar nas qualidades do técnico para assegurar a permanência na I Liga.

"O Vítor já foi feliz em Tondela, só espero, para o clube, para mim e para ele, que o seja novamente", frisou Gilberto Coimbra.

Depois de ter subido o Tondela ao segundo escalão nacional, em 2011/12, a exigência para a próxima época é diferente, tal como diferentes são os pedidos feitos ao treinador.

"Cada ponto é uma satisfação, três pontos é uma alegria para garantirmos tão rápido quanto possível o Tondela na I Liga (...) para conseguirmos arranjar sustentação e credibilidade e que cada ano seja melhor que o anterior", rematou Gilberto Coimbra.

O Tondela, fundado em 1993, vai disputar em 2015/16 pela primeira vez a I Liga, depois de ter conquistado o título de campeão do segundo escalão.

A época tondelense tem início no sábado, com a realização de testes médicos aos jogadores do plantel.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.