Vítor Pereira revelou, esta sexta-feira, que as palavras utilizadas antes do encontro entre o Benfica-Estoril, correspondente à 28.ª jornada e que terminou com um empate a um golo, foram propositadas, de forma a exercer "pressão psicológica" sobre as equipas que iriam entrar em campo no Estádio da Luz.
«Fui criticado pelas minhas palavras e agora entendam como quiserem. A interpretação fica ao vosso critério mas a estratégia que adotei resultou... E o resultado com o Estoril deu-me razão», confessou o treinador dos azuis e brancos.
Recorde-se que o treinador do FC Porto disse, na conferência de antevisão do encontro com o Nacional da Madeira, que venceu por 1-3, que não acreditava que o Estoril roubasse pontos aos encarnados.
«Sinceramente, por aquilo que tenho visto, e de uma maneira ou de outra, o nosso adversário ganha. A leitura que faço é que o nosso rival ganha sempre o seu jogo. Numa altura destas, não vejo o Estoril a conquistar pontos na Luz, disse, na altura, o treinador do FC Porto.
A verdade é que o empate na Luz, na passada segunda-feira, permite aos Dragões discutirem o título no clássico com os encarnados.
O FC Porto, segundo classificado com 72 pontos, recebe, este sábado a partir das 20h30, o líder Benfica (com mais dois pontos) no Estádio do Dragão, em jogo da 29.ª e penúltima jornada do campeonato português. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.