O Vitória de Guimarães recebe o FC Porto este sábado, às 20:30, no Estádio D. Afonso Henriques, em partida relativa à 17ª jornada da primeira liga, a última ronda da primeira volta da edição 2022/23 do campeonato nacional.

Depois de terem aproveitado a jornada anterior encurtar distâncias relativamente ao líder Benfica, o FC Porto pretende dar continuidade à senda vitoriosa no campeonato, por forma a não perder de vista os lugares cimeiros da classificação.

Já o Vitória de Guimarães atravessa um período difícil da temporada, contabilizando sete jogos sem vitórias até ao momento. Os vimaranenses não querem perder de vista o quinto lugar do Casa Pia, ao mesmo tempo que procuram afastar-se do Arouca que está apenas a um ponto de distância.

Momento de forma

O Vitória de Guimarães chega ao jogo deste sábado com uma sequência de duas derrotas e um empate nos últimos três encontros para o campeonato. Na última ronda os minhotos perderam em casa com o Gil Vicente por 2-1; dias antes os vimaranenses sofreram uma derrota muito difícil de digerir diante do rival SC Braga na Taça de Portugal por 3-2, depois de estar a vencer por 0-2 até perto do final.

Apesar disso, o registo dos 'conquistadores' no D.Afonso Henriques é claramente positivo. O Vitória contabiliza cinco vitórias em oito jogos na 'cidade-berço' até ao momento, tendo sofrido apenas uma derrota, diante do Casa Pia na 4ª jornada. Nesta altura os comandados de Moreno ocupam a sexta posição com 24 pontos, menos três que o Casa Pia e mais um que o Arouca.

Já o FC Porto regista quatro vitórias e um empate nos últimos cinco jogos para o campeonato. Os dragões registaram uma vitória robusta diante do Famalicão por 4-1, e aproveitaram o empate no derbi entre Benfica e Sporting para reduzir a diferença em relação à liderança do campeonato para cinco pontos.

O trajeto dos azuis-e-brancos em jogos longe do Estádio do Dragão não pode ser considerado propriamente satisfatório. Os atuais campeões nacionais somam quatro triunfos fora de casa em oito deslocações, todas elas intercaladas com três empates e uma derrota. Na última saída os portistas deixaram dois pontos no desafio diante do Casa Pia após um empate a zero.

Histórico de confrontos

A partida do próximo sábado será o encontro número 155 entre dragões e vimaranenses para o campeonato. O FC Porto leva vantagem neste histórico, ao contabilizar 99 triunfos, contra apenas 20 do Vitória, sobrando ainda 35 empates.

Se atentarmos apenas a jogos realizados no Estádio D.Afonso Henriques, a vantagem portista permanece, se bem que por uma margem inferior. Com efeito, nas 77 visitas à 'cidade-berço' para a liga, o FC Porto alcançou 38 vitórias, contra 16 dos 'conquistadores', restando 23 empates.

As visitas recentes a Guimarães têm corrido de feição aos campeões nacionais; nas últimas seis deslocações os portistas alcançaram cinco vitórias e um empate. Para encontrarmos um triunfo do vitória temos de recuar até à temporada 2015/2016, quando os vimaranenses venceram por 1-0 os dragões. Curiosamente, o Vitória dessa época era treinado por Sérgio Conceição, hoje do outro lado da barricada.

A vitória mais volumosa do FC Porto nos últimos anos deu-se na temporada 2007/2008 com os azuis-e-brancos de Jesualdo Ferreira a vencerem por 0-5, graças aos golos de Bruno Alves, Ernesto Farías, Adriano e ao 'bis' de Ricardo Quaresma.

O triunfo mais robusto dos vimaranenses nos últimos anos foi em 2001/2002 com uma vitória por 2-0, graças aos golos de Marco Couto e Nuno Assis. Para encontrarmos um resultado maior temos de recuar até 1945 quando o Vitória derrotou os dragões por 3-0.

O que dizem os treinadores

Moreno: “Os nossos atletas merecem desfrutar do jogo. Há um ano, muitos não imaginavam estar aqui [na equipa principal]. Os atletas têm de ter cabeça limpa para serem competitivos. É possível ganhar amanhã [sábado] a um FC Porto muito forte”

Sérgio Conceição: "Espero um jogo difícil. Aliás, temos tido mais dificuldades nas saídas do que nos jogos em casa. O Vitória não está numa boa fase, mas é bem treinado e vai ser difícil. É uma saída historicamente difícil. O Anderson não jogará, mas eles têm várias soluções de qualidade. Cabe-nos a nós não olhar para um jogador, mas sim para a dinâmica da equipa. Temos que ganhar o jogo."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.