A jornada de estreia da Liga 2009/2010 abriu sexta-feira com o empate a zero do Belenenses em Matosinhos e terminou com novo “nulo”, depois de FC Porto, Sporting e Benfica também não terem também conseguido mais que igualdades, todos a um golo e depois de estarem a perder.

Os “leões” empataram no reduto do Nacional, o FC Porto em Paços de Ferreira e o Benfica, fulgurante na pré-temporada, na recepção ao Marítimo.

Na Madeira, o Sporting ficou em desvantagem no marcador aos 27 minutos, depois de um golo de João Aurélio.

Até então herói na partida, o avançado do Nacional introduziu a bola na própria baliza, aos 75 minutos, e ofereceu o empate à equipa de Paulo Bento.

Em Paços de Ferreira, o FC Porto perdeu Hulk, expulso, e sofreu para empatar: os "dragões" sofreram o golo aos 12 minutos, por intermédio de Ricardo, e empataram aos 78, com um cabeceamento eficaz do suplente Falcão.

Já na Luz, o Benfica, de Jorge Jesus, viu Alonso transformar uma grande penalidade, aos 25 minutos. Perto do fim, e depois de Cardozo ter sido incapaz de marcar uma grande penalidade, o suplente Weldon empatou aos 86 minutos.

O Sporting de Braga assume-se assim como líder, já que foi a única equipa a vencer: Meyong, aos 87 minutos, ofereceu à liderança a Domingos Paciência e a última posição à Académica de Coimbra.

Na Figueira da Foz, a Naval e o regressado Olhanense empataram a zero e, em Leiria, o Rio Ave ia estragando o regresso da equipa de Manuel Fernandes à Liga.

Os vila-condenses estiveram a vencer por 1-0, com um golo de Wires, aos 36 minutos, na transformação de uma grande penalidade, mas Carlão empatou aos 70, na estranha jornada dos sete empates... com escassos nove golos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto