Leixões e Olhanense entregaram hoje a documentação necessária para comprovarem que têm os salários dos jogadores em dia, ao contrário do Beira-Mar, que deixou expirar o prazo para o fazer, informou a Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

Depois de terem falhado a entrega de documentação até 15 de abril, primeira data limite do controlo financeiro, os três clubes foram notificados pela Liga para apresentarem os comprovativos de pagamento no prazo até 4 de maio, segunda-feira, sob pena de serem punidos com a perda de pontos.

A Comissão Executiva da Liga comunicou hoje que Leixões e Olhanense demonstraram "ter feito cessar a mora referente às remunerações-base e compensações mensais emergentes, respetivamente, de contratos de trabalho desportivo e de formação vencidas entre 11 de novembro do ano civil anterior (2014) e 10 de março do ano civil em curso".

No mesmo comunicado, a comissão informou que o Beira-Mar não apresentou qualquer documentação, pelo que irá dar disso conhecimento, para os devidos efeitos, à Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga.

Beira-Mar, Leixões e Olhanense tinham sido notificados "para fazerem cessar a mora mediante o devido pagamento" sob pena de incorrerem na sanção prevista nos nº 1 e nº 6 do Artigo 74º do Regulamento Disciplinar, que determina "a subtração de pontos a fixar entre o mínimo de dois e um máximo de cinco" e o impedimento de inscrição de novos contratos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.