Depois de vários recursos entrepostos pelo ex-dirigente, que implicaram o adiamento da devolução do montante em causa, a indicação de que o clube dispõe é de que a dívida terá de ser saldada até aos primeiros dias do próximo mês, adiantou hoje à Agência Lusa o presidente do Santa Clara, Cruz Marques.

Se não devolver os 150 000 euros que o tribunal considerou ter "desviado" do clube no processo de compra, em 2003, do avançado Ceará, Pedro Castanheira terá de cumprir três anos de prisão, recordou o presidente do Santa Clara.

Cruz Marques referiu que o clube conta com essa verba, garantindo um constante acompanhamento do respectivo processo.

Devido aos prejuízos causados, a Assembleia Geral do Santa Clara aprovou, no final de 2009, a expulsão de Pedro Castanheira do clube.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.