O presidente da Oliveirense e da Comissão de Clubes da II Liga mostrou-se esta terça-feira "surpreendido" com o acordo entre a Liga e uma empresa chinesa para patrocinar a prova, referindo que essas negociações já vinham da anterior direção.

José Godinho referiu, em declarações à agência Lusa, que o patrocinador chinês é uma empresa que foi apresentada pelo anterior presidente do organismo, Luís Duque, e que, desde essa altura, foi José Godinho quem continuou as negociações.

"O Luís Duque, durante o seu mandato, apresentou-nos este possível parceiro e, desde ai, a Comissão de Clubes da II esteve em negociações", começou por explicar José Godinho, que esclareceu ainda: "Na segunda reunião que tivemos, apresentei-lhes uma proposta de topo, muito dura e firme, mas completamente em sintonia com a realidade. Ficámos a aguardar resposta."

José Godinho elucidou ainda que depois aconteceram as mudanças na direção na presidência da Liga e, entretanto, os contactos com a empresa chinesa estagnaram.

"Eu tentava entrar em contacto com eles e eles diziam-me que estavam a analisar a nossa proposta. Uns tempos depois somos confrontados com esta notícia de que iam patrocinar a II Liga e que este era um acordo celebrado entre a empresa e o atual presidente da Liga", referiu ainda.

O presidente da Oliveirense espera agora pelo desfecho deste negócio, admitindo que, se for bem conduzido, ainda poderá "bater palmas de pé ao presidente, apesar da forma como as coisas foram feitas".

"Há 15 dias, Pedro Proença pediu para que os clubes da II Liga o autorizassem a negociar os conteúdos publicitários e esperamos que isso seja feito da melhor forma e de acordo com a proposta que fizemos inicialmente ao patrocinador chinês. Mas não é isso que está a acontecer. Vamos aguardar para ver o desfecho", finalizou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.