com o apoio MEO
Adere à fibra do MEO desde €29,99/mês. Exclusivo Online.

Conselho de Disciplina instaura processo ao Rio Ave após insultos racistas a jogador do Benfica B

Tudo aconteceu no encontro entre o Rio Ave e o Benfica B, da 30ª jornada da Segunda Liga.
Conselho de Disciplina instaura processo ao Rio Ave após insultos racistas a jogador do Benfica B
Sandro Cruz SL BENFICA

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol anunciou ter instaurado um processo disciplinar ao Rio Ave, por "eventuais comportamentos discriminatórios", após os insultos racistas a Sandro Cruz, jogador Encarnado. Tudo aconteceu no encontro entre o Rio Ave e o Benfica B, da 30ª jornada da Segunda Liga.

Quando o jogador de 20 anos ia ser substituído, aos 60 minutos de jogo, ouviram-se palavras injuriosas vindas das bancadas. "Anda lá, ó preto! Vai embora, c...!", ouviu-se na transmissão televisiva da Sport TV.

Sindicato quer “resposta cabal das autoridades” após insultos racistas a jogador do Benfica B
Sindicato quer “resposta cabal das autoridades” após insultos racistas a jogador do Benfica B
Ver artigo

"Hoje, infelizmente, passou-se mais um episódio nojento na nossa sociedade e no nosso desporto. Por isso é que continua como está… mas continuamos a ser hipócritas o suficiente para dizer que não somos um país racista! Espero bem que a Liga tome medidas severas para com este incidente e que o Rio Ave jogue há porta fechada durante muito tempo", lamentou na altura, Sandro Cruz.

O Rio Ave, através de um comunicado, vincou que “não se revê em qualquer atitude de teor racista ou desrespeitosa para com qualquer pessoa”, garantindo que no Rio Ave se “repudia qualquer ato de racismo, xenofobia ou outro que vise ofender ou ostracizar alguém”.

“Os temas raça, religião, opção ideológica, política ou orientação não são sequer assunto. Sempre tivemos e temos atletas de várias nações, crenças e etnias que foram e são ídolos dos nossos adeptos e acarinhados por todos”, pode ler-se num texto publicado pelo clube nortenho.

Provedor do Adepto diz que "não ouviu nem presenciou" insultos racistas a Sandro Cruz
Provedor do Adepto diz que "não ouviu nem presenciou" insultos racistas a Sandro Cruz
Ver artigo

Os responsáveis do Rio Ave dizem que “não se aperceberem, no decorrer do encontro [da 30.ª jornada], de qualquer ato de racismo para com o atleta Sandro Cruz”, mas prontificaram-se a ajudar a identificar os causadores do incidente.

“Demonstramos toda a nossa solidariedade para com o atleta do Benfica [Sandro Cruz], prontificando-nos a colaborar com as autoridades na identificação dos presumíveis perpetradores de atos indignos, de forma a serem culpabilizados por tal”, garante o clube de Vila do Conde.

O Rio Ave termina a nota pedindo que “não se confunda a árvore com a floresta”, lembrando que “um ato isolado não deve ser atribuído à instituição Rio Ave nem à generalidade dos seus adeptos, que partilham dos mesmos princípios e valores”.

Sandro Cruz é internacional sub-17 e sub-16 por Portugal, tendo começado no Sporting de Braga antes de chegar ao Benfica em 2014, para os sub-15. Tem 35 jogos pela equipa B dos ‘encarnados’.

O Rio Ave venceu o Benfica B por 2-1.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Pergunta do Dia

Mais informações
Participou nesta votação.

Neste artigo

Veja também

 
 

Comentários

Ligue-se no Facebook para poder ver e comentar.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa , as nossas notificações ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.