Dois jogadores e dois elementos da equipa técnica do Desportivo de Chaves estão infetados com o novo coronavírus, anunciou o emblema da II Liga portuguesa de futebol, que defronta hoje o Feirense para a 1.ª jornada.

O médio Guzzo e o guarda-redes Samu, e ainda os treinadores adjuntos Pedro Machado e Tiago Castro, testaram positivo “embora assintomáticos”, revela, em comunicado, o clube transmontano.

“[Os quatro elementos] estão neste momento isolados, seguindo as normas da Direção Geral da Saúde (DGS), contando com o total apoio da SAD e do clube”, acrescenta a nota.

Os testes de despistagem à covid-19, “cumprindo o plano de retoma da Liga Portuguesa de Futebol para o início das competições profissionais e o plano de contingência em vigor no clube” foram realizados na quinta-feira e registaram os quatro casos positivos.

Fonte do clube explicou à Lusa que a Liga de clubes está informada da situação, que o jogo não está em causa e que o autocarro do clube já seguiu viagem.

O Desportivo de Chaves, orientado pelo técnico Carlos Pinto, visita hoje, às 20:00, o Feirense, para a 1.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol.

Durante a pré-temporada, o médio Carlos David, que, entretanto, rescindiu contrato com os flavienses, também testou positivo à covid-19 após apresentar sintomas em 24 de julho.

Após a deteção do caso, 13 jogadores do Desportivo de Chaves estiveram em isolamento, tinha adiantado à Lusa fonte do clube.

Em 08 de agosto Carlos David foi dado como curado para o novo coronavírus, tinha anunciado o emblema de Chaves.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.