O Desportivo de Chaves, atual nono classificado da II Liga de futebol, manifestou hoje “profunda preocupação” em relação à atuação das equipas de arbitragem nos seus últimos jogos, em comunicado enviado à Lusa.
“De forma mais flagrante, no jogo do passado sábado a arbitragem teve forte influência no resultado final, prejudicando de sobremaneira a nossa equipa e as suas legítimas ambições”, pode ler-se comunicado.
No passado fim de semana, a equipa de Trás-os-Montes perdeu em casa do Benfica B por 2-1, tendo os dirigentes flavienses criticado a atuação do árbitro Jorge Tavares, principalmente por ter assinalado uma grande penalidade e expulsado o guarda-redes Nuno Dias.
O documento acrescenta que não existiu qualquer falta sobre Ivan Cavaleiro e que o lance condicionou a segunda parte, numa altura em que o Chaves vencia por 1-0.
A direção e a administração da SAD do emblema "azul-grená" adiantaram ter um projeto de futebol profissional “sério e ambicioso”, cumprindo “pontualmente” as obrigações com jogadores, equipa técnica e parceiros.
“Não toleramos, por isso, que nos prejudiquem no nosso percurso por desempenhos grosseiramente negativos, no âmbito da arbitragem”, adianta o documento.
Na próxima jornada, a 37.ª, o Desportivo de Chaves recebe, no domingo, o Beira-Mar.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.