Hélder Cristóvão fez a vontade a Jonathan Rodríguez, sem espaço na formação principal, e colocou-o a titular num encontro que marcou o regresso de Fejsa à competição após uma paragem de onze meses por lesão. O Feirense queria a segunda vitória consecutiva para o campeonato e contou com os experientes Tonel e Cafú como líderes da equipa.

O jogador, que já não jogava desde 11 de abril de 2014, acabou por sair ao intervalo como forma de prevenção. Ao longo da partida foi clara a sua falta de ritmo de um atleta que fez do posicionamento a melhor arma para este duelo.

O Benfica começou a partida de forma mais agressiva e contou com duas oportunidades protagonizadas por Guedes, embora o internacional jovem luso não tenha conseguido abrir o marcador. Pelo meio, Cafú, teve uma grande oportunidade para dar vantagem à turma da casa com um remate cruzado que rasou o poste.

O avançado prometeu e cumpriu quando, aos 21’, fez o primeiro. Cruzamento da direita para o segundo poste, onde estava o avançado de 37 anos para finalizar. A partir daqui começou o duelo entre Jonathan Rodríguez e Makaridze, mas o guarda-redes dos "fogaceiros" deu para as encomendas. Viu-se um Benfica mais rematador, mas foi o Feirense que chegou a vencer ao intervalo.

O segundo tempo, começou com um Benfica mais pressionante, come lhe competia, e o Feirense acabou confinado aos seus últimos 30 metros nos primeiros 20 minutos. O Feirense não abdicou do ataque e soube sempre resolver os problemas que lhes eram colocados pelos "encarnados".

A turma de Aveiro sentia-se confortável no jogo a experiência dos seus jogadores veio ao de cima. Aos 74' e na sequência de um livre cobrado por Nuno Santos, Sarkic teve uma boa oportunidade, mas enviou a bola ao lado quando tinha só o guardião pela frente.

O Benfica foi mais forte ao longo do segundo período, sempre muito rematador, e o Feirense manteve-se na expetativa. Contudo viu-se pouco do lateral Jonathan. Perante o "sufoco" das "águias", a solidez defensiva e a coesão do conjunto aveirense veio à tona e o manteve-se o 1-0 até ao fim, somando a 3.ª vitória "fogaceira" consecutiva em casa dos benfiquistas.

O Benfica não fez um grande jogo e somou a 10.ª derrota (merecia a igualdade), mas continua na 6.ª posição, com os mesmos 51 pontos de Sporting da Covilhã, Sporting B e Oliveirense, enquanto o Feirense ascende ao 9.º lugar com menos um ponto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.