A equipa de futebol do Nacional regressou a Lisboa, devido aos ventos cruzados que se fazem sentir na zona do aeroporto internacional Cristiano Ronaldo não terem permitido a aterragem.

Depois de uma longa de espera na ilha do Porto Santo, à espera que as condições no aeroporto da Madeira melhorassem, o comandante do avião decidiu retornar a Lisboa, ponto de partida da aeronave da transportadora aérea nacional (TAP).

A equipa orientada por Costinha perdeu (3-2) no domingo com o Cova da Piedade, para a Taça da Liga, e horas depois deveria ter regressado ao Funchal, situação que não aconteceu.

A equipa do Nacional vai passar a noite na capital portuguesa e na terça-feira viaja para a Madeira, em horário que não foi ainda divulgado pelos responsáveis da TAP.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.