Segundo o treinador, João Salcedas, trata-se de um comportamento recorrente, pelo que o jogador, de 19 anos, deixou de ser opção. "Eu não conto com o Josué", disse o técnico, após o jogo com o Trofense que os "leões da serra" venceram por 2-1. Embora ressalve que é apenas a sua "opinião", uma vez que cabe à direcção do clube decidir sobre o que fazer.

O técnico da equipa serrana conta que "já por três ou quatro vezes o Josué faltou ao respeito aos colegas", sem adiantar pormenores. Chegou a ser ventilado que o médio tentou agredir outro colega de equipa, mas João Salcedas garante que não houve confrontos físicos.

"O Josué tem de aprender que o futebol não é um desporto individual, tem de crescer", começou por dizer o treinador, questionado sobre a ausência da convocatória do jogador, um dos que mais se tem destacado no Sporting da Covilhã.

Salcedas acrescentou que "hoje, os altos ordenados que se pagam aos jogadores que saem das camadas jovens não são nada benéficos" para o seu desenvolvimento integral. Sobre o que se passou em concreto na última semana, o técnico referiu apenas que Josué "teve um comportamento pouco digno com alguns colegas de equipa".

Ausentes na partida com o Trofense estiveram também Dagil, cedido pelo clube da Trofa, com o qual havia um acordo para que não defrontasse o emblema que representou na última época, e Pimenta, com um problema muscular na coxa. O extremo não deve estar apto para o jogo do próximo sábado com o Vitória de Setúbal, em partida antecipada da Taça da Liga.

Paulo Vaz continua a recuperar da operação ao joelho.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.