O Länk Vilaverdense, da II Liga de futebol, perdeu hoje um ponto devido por incumprimento das demonstrações de inexistência de dívidas salariais relativas ao trimestre anterior, em dezembro de 2023, após processo disciplinar.

Em 04 de janeiro, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) deu conta de que o clube minhoto não cumpriu a obrigação de demonstrar a inexistência de dívidas salariais a jogadores e treinadores, referentes a setembro, outubro e novembro.

O processo foi remetido para o Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que hoje puniu o Länk Vilaverdense com a subtração de um ponto.

O clube incorria, segundo o Regulamento Disciplinar da LPFP, a um castigo de subtração de dois a cinco pontos, tendo esta sido atenuada, pela existência de "circunstâncias anteriores, contemporâneas ou posteriores à infração que diminuam por forma acentuada a ilicitude do facto ou a culpa do agente”.

Já o ponto n.º 2 do artigo 48 do referido regulamento, sobre a sanção de subtração de pontos, salienta que “é aplicada à classificação final obtida na época desportiva em curso à data em que a decisão a aplicar se torne executória”.

O Länk Vilaverdense soma atualmente 17 pontos, no 16.º posto e a perda de um ponto significa que ’cai’ uma posição, para 17.º e penúltimo, da II Liga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.