O Leixões manifestou-se hoje solidário com a SAD, mas lembrou que “não ingere na gestão” da sociedade anónima, condenada a dois anos de proibição de participar nas ligas profissionais de futebol, no âmbito do processo Jogo Duplo.

“Nesta fase, mostramos solidariedade com a Leixões SAD e fazemos votos que esta pugne e defenda intransigentemente o bom nome do Leixões, recorrendo da sentença até às últimas instâncias, pois acreditamos na justiça portuguesa”, escreveu o clube, em comunicado divulgado no site oficial.

O Leixões considerou que “o bom nome” do clube foi “beliscado no âmbito do julgamento do processo denominado ‘Jogo Duplo’, relacionado com viciação de resultados desportivos” e que originou a punição à SAD “por crime de corrupção ativa”.

O emblema de Matosinhos recorda que a SAD é “responsável pela gestão do futebol profissional (…) e, não obstante o clube deter 40% do capital da SAD, não ingere na gestão da mesma”.

O Leixões foi condenado, na sexta-feira, a dois anos de proibição de participar na I e II ligas de futebol, no âmbito do julgamento do processo denominado de Jogo Duplo, relacionado com viciação de resultados no futebol profissional português.

O clube leixonense, atual 11.º classificado da II Liga, foi punido por um crime de corrupção ativa e condenado ainda ao pagamento de uma multa no valor de 60.000 euros.

Foram condenados a penas de prisão efetiva Gustavo Oliveira (seis anos e seis meses), Carlos Daniel Silva ‘Aranha’ (seis anos e nove meses), Rui Dolores (cinco anos e seis meses), Hugo Guedes (cinco anos e nove meses) e João Tiago Rodrigues (cinco anos e dois meses).

No mesmo dia em que foi conhecido o castigo, a SAD do Leixões admitiu, em nota publicada na página oficial no Facebook, que vai recorrer da sentença do Tribunal Central Criminal de Lisboa e manifestou “total tranquilidade quanto à leitura do acórdão” do processo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.