O treinador de futebol Litos deixou de ser o responsável técnico do Leixões, disse à Agência Lusa fonte daquele clube da Liga de Honra de futebol.

Litos e o clube leixonense chegaram hoje a acordo para colocar um ponto final no vínculo que os unia até ao final da presente época, não havendo ainda nenhum nome para substituir o técnico no comando da equipa do Mar.

Com Litos saíram também o treinador-adjunto José Nuno Azevedo e o preparador físico Nuno Costa, ficando apenas o treinador dos guarda-redes, João Fonseca.

Contactado pela agência Lusa, Litos explica que «ainda é cedo para falar» e que prefere «esperar pelo que será dito pelo clube em relação a esta situação».

Litos chegou ao Leixões a meio da época 2010/11 para substituir Augusto Inácio, estreando-se no comando da equipa com uma vitória sobre o Gil Vicente, por 2-0, à 18ª jornada. Antes já havia treinado clubes como o Portimonense, o Maxaquene (Moçambique) e o Estoril-Praia.

Quase um ano depois da chegada ao Leixões, o ex-jogador do Sporting abandona a equipa de Matosinhos, que ocupa a nona posição da Liga de Honra.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.