O Nacional venceu sábado o Penafiel por 2-1, depois de ter estado a perder, em jogo da II Liga portuguesa de futebol, disputado no Estádio da Madeira, no Funchal.

Num jogo marcado por uma interrupção devido ao nevoeiro no decorrer da primeira parte, o Penafiel chegou à vantagem, aos 31 minutos, graças a um golo na própria baliza de Júlio César.

Marco Borgnino, no final da primeira parte, e Brian Róchez, no segundo tempo, asseguraram o triunfo dos madeirenses, que permanecem como a única equipa sem derrotas na competição.

O Nacional começou a dominar o encontro, mas só conseguiu chegar à baliza penafidelense num canto direto marcado por Marco Borgnino, aos 24 minutos, que levou a bola à barra.

Aos 31, Júlio César tentou intercetar um cruzamento de Pires introduziu a bola na baliza insular, que voltaria a ser visada, pouco depois, por ‘tiros’ de Yuri Araújo e Ludovic.

O nevoeiro obrigou a uma interrupção do encontro durante cerca de 15 minutos.

E, no último minuto da primeira parte, aos 45+15, o argentino Marco Borgnino restabeleceu a igualdade, após cruzamento de Rúben Micael, beneficiando de uma simulação de Bryan Róchez.

Na segunda parte, Róchez quase marcou, aos 49, tal como Ludovic, do outro lado, dois minutos depois.

Aos 54, o Nacional concretizou a reviravolta, com a finalização de Bryan Róchez, após um cruzamento de Witi.

O Penafiel ainda reagiu e Ronaldo Tavares, aos 68 minutos, cabeceou com muito perigo, mas o resultado não sofreria qualquer alteração.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.