O treinador do Desportivo das Aves, Paulo Fonseca, afirmou hoje que a sua equipa falhou o triunfo em Arouca (2-2), na 21.ª jornada da Liga de futebol, por culpa da equipa de arbitragem.

«Hoje, não ganhámos porque, simplesmente, a equipa de arbitragem não deixou», frisou Paulo Fonseca, queixando-se da grande penalidade que permitiu aos locais reduzirem para 2-1, a oito minutos do final.

Depois de ter sido expulso, por palavras trocadas com o auxiliar que deu indicação para a grande penalidade, os protestos do treinador continuaram na sala de imprensa.

Paulo Fonseca considera que os erros de arbitragem relativamente à sua equipa já se vêm repetindo e por isso decidiu mudar de postura.

«Até hoje, mantive-me sempre em silêncio, mas isto já é demais», lamentou, prosseguindo: «Os últimos três jogos são escandalosos. Temos sido prejudicados, mas, se nos querem tirar da luta, não vão conseguir».

O técnico do Desportivo das Aves foi claro: «Isto só vai fortalecer o nosso grupo de trabalho. Não nos vão abater».
Paulo Fonseca reconheceu ainda que a sua expulsão foi justa, mas que em causa está a «verdade desportiva».
“Não fui simpático, mas não retiro uma linha do que disse”, finalizou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.