As regras do jogo são estas: subir dez vezes da Segunda Liga à Primeira, sempre com equipas diferentes. Não é 'Football Manager', é vida real, e Vítor Oliveira está muito próximo de o conseguir.

O técnico do Portimonense é o "campeão das subidas" e será difícil que alguém lhe retire esse título. A história começou na longínqua época de 1990/91, quando o técnico levou o Paços de Ferreira à Primeira Liga com o primeiro lugar na Segunda. Ganhou-lhe o gosto.

Em 1996/97 conseguiu a segunda subida, agora no comando da Académica, e deu início a uma série notável: em três épocas seguidas, Vítor Oliveira subiu três equipas distintas à Primeira Liga - depois de subir os 'estudantes', fez o mesmo com União de Leiria e Belenenses. Já aqui ficava clara a "especialidade" do treinador oriundo de Matosinhos, que conseguiu o mesmo feito com o Leixões em 2006/07.

Mas se a série de três subidas consecutivas entre 1996 e 1999 foi impressionante, aquela que o técnico atravessa atualmente é...alucinante. Em 2012/13 subiu o Arouca à Primeira Liga. Na época seguinte fez o mesmo com o Moreirense, na seguinte com o União da Madeira e na seguinte (a última, até agora) com o Desportivo de Chaves. Quatro promoções consecutivas, sempre com equipas diferentes, e que quase certamente passarão a ser cinco no fim da presente temporada.

Vítor Oliveira orienta agora o Portimonense e a campanha tem sido de enorme sucesso. O emblema algarvio é líder da Segunda Liga com 52 pontos, mais quatro do que o Aves e mais 17 do que o Santa Clara, a equipa mais próxima de ameaçar as duas formações na zona de promoção. Ou seja: seria necessária uma espécie de terramoto para Vítor Oliveira não conseguir já esta época a sua décima promoção, a quinta (!) consecutiva.

E tal como fez o Real Madrid com a Liga dos Campeões, o mais provável é que Vítor Oliveira não pare aqui e vá de seguida em busca da "Undécima". E haverá equipa da Segunda Liga que não o queira? Também surgirá a hipótese que para outro treinador seria a "mais lógica": voltar a treinar na Primeira Liga, seja com a equipa que promover ou com outra. Mas Vítor Oliveira não tem cedido à lógica e tem-se dado (muito) bem assim.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.