Pedro Pereira, com dois golos apontados em tempo de compensação nos últimos dois encontros do Desportivo das Aves, na II Liga de futebol, tem sido crucial para ajudar a equipa a fugir à "linha de água".

Depois de um início de época mais apagado, em que chegou a ser relegado para o banco de suplentes, o avançado português, melhor marcador dos avenses na época passada (15 golos), tem sido decisivo nos derradeiros desafios, sem "acusar a pressão" do momento.

Fê-lo na última jornada, frente ao Olhanense, marcando um golo aos 90+1, de penálti, que valeu uma vitória por 3-2.

Já no jogo anterior, com o Farense, tinha sido o herói, ao converter de forma exemplar um livre direto, aos 90+6, que valeu uma igualdade a duas bolas.

"É uma questão de concentração. Com o tempo, aprendemos a controlar os nervos e eu fui ganhando essa experiência", garantiu à agência Lusa, admitindo que sente estar a atingir o seu "pico de forma".

Curiosamente, os últimos resultados dos avenses mostram que cinco dos oito pontos conquistados nas últimas quatro jornadas da prova foram assegurados já em tempo de compensação, sempre com golos de bola parada.

Aconteceu na 13.ª jornada, frente ao Vitória B, com um golo apontado aos 90+2, por Mauro Caballero, de grande penalidade, que valeu um triunfo por 2-1, e voltou a suceder frente ao Farense e Olhanense, desta vez com Pedro Pereira como protagonista.

Uma eficácia fora de horas que vai servindo de “balão de oxigénio”, até porque, sem os cinco pontos garantidos nos descontos, o conjunto de Fernando Valente estaria neste momento em penúltimo, com 15 pontos.

"Temos tido a felicidade de marcar nos descontos, mas podíamos tê-los feito mais cedo. É claro que se não fossem esses golos estaríamos neste momento numa posição delicada, mas nós preferimos ver as coisas pelo lado positivo", defende Pedro Pereira.

Quanto à disparidade face ao desempenho da época passada, em que a equipa chegou a disputar o “play-off” de acesso à I Liga, recorda que já nessa altura "as coisas de início não correram tão bem".

"Não penso que falte alguma coisa. Os jogadores estão mais entrosados, mais confiantes e os resultados já estão a começar a aparecer", vincou.

O Desportivo das Aves segue neste momento no 16.º posto da tabela, com 20 pontos, recebendo quarta-feira o Benfica B, na 17.ª jornada.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.