O Penafiel venceu hoje pela primeira vez na atual edição da Liga de Honra de futebol no terreno do União da Madeira, por 3-2, em jogo da terceira jornada.

Os penafidelenses estiveram a perder por duas bolas de diferença, mas deram a volta ao marcador na segunda parte, aproveitando o excesso de confiança dos madeirenses e o facto de estes terem jogado com dez unidades durante muito tempo, devido à expulsão de Alex, aos 23 minutos.

Os unionistas, que assim podem perder a liderança da Honra, marcaram logo aos dez segundos de jogo, num dos mais rápidos nas ligas profissionais até ao momento.

Mal o jogo começou, Nuno Silva viu o guarda redes Victor Golas adiantado na sua baliza e com um remate em jeito, fez a bola entrar na baliza penafidelense.

Desmoralizados com o tento “madrugador”, os nortenhos passaram por momentos de grande apuro durante os primeiros minutos de jogo.

No entanto, aos 12 minutos, na cobrança de um livre, Allyson viu o guarda-redes Matt Jones desviar o remate para o poste da sua baliza.

Reduzidos a dez unidades, os madeirenses não baixaram os braços. Tanto assim foi que, aos 26 minutos, Rúben Andrade viu bem a desmarcação de Tozé Marreco, colocando a bola no avançado, Victor Golas não conseguiu a interceção e o avançado fez o segundo golo, sem dificuldade.

Na segunda parte, o jogo foi menos vistoso, mantendo, no entanto, a intensidade e competitividade.

Três minutos depois de Guedes ter reduzido a desvantagem, o Penafiel chegou à igualdade, num lance em que Coronas aproveitou um deslize de Tomé para ficar isolado e bater Matt Jones pela segunda vez.

Aos 78, os nortenhos garantiram o primeiro triunfo na presente edição da Liga de Honra, com o golo de Allyson, com um remate indefensável, na marcação de um livre.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.