O presidente do Sporting da Covilhã diz-se "desiludido" com o desempenho da equipa na II Liga de futebol, mas reitera a confiança no plantel e na equipa técnica e acredita que o grupo "está no caminho certo".

"O balanço da época desportiva tem sido negativo, não condizente com o que projetámos no início da época. Projetámos uma equipa sólida, para andar nos cinco primeiros lugares", lamentou, na Assembleia Geral de quinta-feira, José Mendes, para quem o importante "não é como o campeonato começa, mas como termina".

O dirigente tinha apontado à subida de escalão e admite que "dificilmente" esse objetivo vá ser alcançado, tendo em conta os pontos perdidos no mau arranque da época, mas acrescenta: "Não é impossível".

José Mendes pede o apoio dos sócios e explica que a altercação que teve com alguns adeptos no Estádio Santos Pinto de deveu à necessidade de defender o treinador e de ser preciso "dar tempo às pessoas para desenvolverem o seu trabalho".

"Toda a gente sabe que quando perdem, eu não durmo, mas também não os deixo dormir. Eu digo-lhes tudo na cara, mas enquanto estiverem neste clube vão ter sempre um presidente a defendê-los", vinca o presidente dos ‘leões da serra’, reiterando a "muita confiança neles".

Ainda assim, José Mendes acentua que a direção "cumpre escrupulosamente" todos os seus compromissos com os jogadores e treinadores, por isso afirma não ter pudor em dizer que "a responsabilidade pelos maus resultados no início da época é dos jogadores e da equipa técnica".

A equipa encontra-se no 18.º lugar da II Liga, com 11 pontos, e só conquistou a primeira vitória à oitava jornada, mas o dirigente serrano lembra que o Sporting da Covilhã não perde há oito jogos e "está no bom caminho", acrescentando ter sido necessário "dar tempo, ter paciência".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.