O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol divulgou hoje um comunicado em que informa que o Desportivo das Aves está impedido “de registar novos contratos de jogadores seniores masculinos ou jogadores aptos a participar nesta categoria, bem como renovar os já existentes”.

Em causa está uma dívida de cerca de 10 mil euros àquele clube do concelho de Sintra pelos direitos de formação do jogador Sami, que representou os avenses na temporada 2008/09 e que passou igualmente pela formação do Benfica.

Segundo Armando Silva, o avançado, natural da Guiné-Bissau e que representa actualmente o Marítimo B, apresentou “documentação falsa” que garantia “que o Algueirão prescindia dos direitos de formação”.

“Recorremos da decisão inicial, mas agora vamos regularizar rapidamente essa dívida”, assegurou, informando ainda que o clube interpôs um processo em tribunal contra Sami.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.