O Real Massamá empatou hoje 0-0 com o Sintrense, em jogo de apresentação aos associados do conjunto que se vai estrear na II Liga portuguesa de futebol.

Em termos de espetáculo, foi um despique algo atípico e que serviu sobretudo para os dois técnicos tirarem algumas dúvidas e experimentarem os últimos reforços.

Os primeiros 45 minutos foram de fraca qualidade técnica e de pouca ritmo e emoção. A turma anfitriã teve mais posse de bola, atacou com maior frequência, mas sem efeitos práticos.

Aos 25 minutos, Vinicius e Marcos Barbeiro tiveram o golo nos pés, mas não conseguiram empurrar a bola para a baliza da equipa de Sintra, defendida pelo experiente guarda-redes Filipe Leão.

Na segunda parte manteve-se o tédio competitivo. Jogo lento, pastoso e com lances ofensivos demasiado previsíveis. E as constantes substituições efetuadas acabaram por afetar o ritmo de jogo.

O Real atacou sempre com maior frequência, mas sem perigo. E Filipe Leão foi um guarda-redes sempre muito atento na defesa da baliza do Sintrense.

O nulo final verificado acabou por castigar a inoperância ofensiva dos dois conjuntos.

Recorde-se que o Real Massamá tem o seu primeiro jogo oficial no próximo dia 30, no Estádio do Restelo, em Lisboa. O adversário é o Belenenses e a partida é referente à segunda eliminatória da Taça da Liga.

Jogo realizado no Complexo Desportivo de Massamá.

Real Massamá - Sintrense, 0-0.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.