O Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol recusou, esta quinta-feira, o recurso que foi apresentado pelo clube de Barcelos para que o Boavista e o Vitória de Setúbal não participem na I Liga.

O Conselho de Justiça considera que o Gil Vicente não cumpriu todas as normas procedimentais em processo especial, uma decisão que já tinha sido anunciada pela Liga de Clubes.

Recorde-se que o Gil Vicente contestou a legalidade das inscrições dos clubes do Porto e Setúbal quanto aos pressupostos financeiros, assim como a apresentação das declarações de ausência de dívidas ao Fisco e à Segurança Social.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.