Vencer era fundamental para o Trofense, que partia para este jogo na última posição, depois de, no início do campeonato, ter assumido como meta o regresso ao escalão máximo do futebol português.

Com Vítor Oliveira no comando da equipa, o Trofense só conseguiu uma vitória (3-0 com o Carregado, na primeira jornada) e um empate em casa (2-2 com o Desportivo das Aves). Nota para as quatro derrotas do Trofense que incluem um desaire caseiro pesado (3-0 com o Portimonense à quinta jornada).

Perante uma equipa também irregular nesta temporada - a Oliveirense somava duas derrotas, duas vitórias e dois empates -, embora num lugar bem mais confortável (sétima posição à entrada para esta jornada), o Trofense começou melhor mas ainda a demonstrar muita falta de entrosamento.

O início do primeiro tempo foi lento e sem verdadeiros lances de perigo. Os únicos destaques vão para um remate de Silas ao lado (13 minutos) e para um pontapé forte de Banjai que obrigou Riça a esticar-se (17).

O Trofense chegou ao golo a quatro minutos do intervalo: Maciel completou bem um livre marcado por Williams e colocou a bola no canto esquerdo da baliza de Marco, sem dar hipóteses ao guarda-redes oliveirense.

Na segunda parte, continuou a assistir-se a um espectáculo morno, com ambas as equipas a medir terreno e inibidas no ataque. Os visitantes passaram a apostar nas bolas paradas, enquanto os locais optaram pelo contra-ataque, mas sempre sem grandes apontamentos de bom futebol.

Aos 65 minutos, Pedro Miguel, acompanhado de todo o banco da Oliveirense, levantou-se para pedir grande penalidade, mas o árbitro entendeu que o toque de Bruno Sousa em João Pedro foi ocasional e deixou seguir o lance.

Até ao final da partida, destaque para as tentativas de Filipe Gonçalves (66), Xico Silva (76), Williams (80), Ronaldo (85), Reguila (89) e Pascal (91).

O jogo terminou com a Oliveirense instalada na grande área do Trofense, que defendeu a vantagem mínima com os 11 jogadores, que já nem se preocupavam em sair em busca do golo da tranquilidade.

Jogo no Estádio do CD Trofense, na Trofa.

Trofense - Oliveirense, 1-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Maciel, 41 minutos.

Equipas:

- Trofense: Riça, Paulinho (Bruno Sousa, 65), Pedro Ribeiro, Nuno Mendes, Igor, Tiago, Mércio, Filipe Gonçalves (Hélder Sousa, 82), Maciel, Williams e Silas (Reguila, 60).

(Suplentes: Marco, Romeu Ribeiro, Hélder Sousa, Reguila, Rafa, Charles Chad e Bruno Sousa).

- Oliveirense: Marco, Queirós, Jorge Humberto (Robson, 72), Cícero, Xico Silva, Laranjeira, Magano (Ronaldo, 46), Godinho, Bafode (João Pedro, 60), Banjai e Pascal.

(Suplentes: Tó Ferreira, Robson, Vítor, João Pedro, Luís Coentão, Ronaldo e Jorginho)

Árbitro: Jorge Sousa (Porto).

Acção disciplinar: Cartão amarelo para Mércio (48), Paulinho (61), Jorge Humberto (69), Williams (70) e Riça (92).

Assistência: Cerca de 1000 espectadores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.