A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) confirmou esta quinta-feira que o Varzim entregou na quarta-feira “os documentos em falta para a certificação salarial”, conforme tinha anunciado o clube que alinha no escalão secundário.

“O prazo para a entrega dos documentos terminou na segunda-feira e o emblema da Póvoa de Varzim justificou a falta com o facto de a sua ROC [Revisor Oficial de Contas] ter estado impossibilitada de o fazer, por motivos pessoais”, indica a LPFP, no sítio oficial na Internet.

Na quarta-feira, o Varzim informou que os “compromissos salariais foram devidamente cumpridos”, na sequência de uma comunicação da Liga de clubes, segundo a qual os poveiros eram um dos cinco clubes que não tinham apresentado todos os comprovativos de cumprimento salarial a que estão obrigados.

Segundo a LFFP, as cinco sociedades desportivas em causa (Belenenses, da I Liga, Varzim, Vilafranquense, Cova da Piedade e Académica de Coimbra, todos da II Liga) foram "notificadas para, em 15 dias, fazerem demonstração do cumprimento salarial dos meses de setembro a novembro".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.