Depois de duas derrotas consecutivas com Penafiel e Oliveirense, Vítor Pereira diz que os ‘encarnados’ de Ponta Delgada precisam de uma “exibição muito conseguida” em casa, para provarem que, apesar de terem caído para o quarto lugar (29 pontos), continuam a lutar pela promoção.

Numa conferência de imprensa no Estádio de S. Miguel, o técnico do Santa Clara reconheceu que a equipa açoriana atravessa um “período menos bom” que necessita de “rectificar”, regressando às vitórias já no jogo de domingo.
“Faltam 36 pontos para disputar, estamos na luta, embora não tão folgados como desejaríamos”, insistiu o técnico de equipa açoriana, reiterando a certeza de que o líder Beira-Mar (36 pontos) não deverá “chegar isolado ao fim”.

Além de reconhecer que a Oliveirense, actualmente com 32 pontos mas mais um jogo do que o Santa Clara o “surpreendeu”, Vítor Pereira admitiu que os seus jogadores “não têm sido eficazes nas bolas paradas”.

Quanto ao jogo com o Carregado (último classificado com 13 pontos), que decorre a partir das 16:00 de domingo no Estádio de S. Miguel com arbitragem de Vasco Santos, do Porto, salientou a importância de a equipa da cada ter cuidado com o contra-ataque.

“Tenho receio deste tipo de adversários”, admitiu o treinador do Santa Clara, declarando-se “ansioso” para que o jogo venha e possa “rectificar as últimas duas derrotas”, por o objectivo “clarinho” da equipa é a subida à Liga principal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.