O Freamunde adiantou-se primeiro no marcador por Bock, aos 47 minutos, mas os aveirenses não desistiram de procurar a vitória. O esforço foi recompensado aos 59’, por Rui Varela, com a reviravolta a consumar-se a 10 minutos dos 90, com a primeira intervenção de Wang no jogo.

Com este resultado, o Beira-Mar passou a somar 16 pontos na prova, "colando-se" aos primeiros classificados, enquanto os locais, sem vencerem desde 26 de Setembro, continuam com nove pontos.

O Beira-Mar entrou melhor no jogo, com um futebol simples e rápido, e pertenceram-lhe quase em exclusivo as raras oportunidades de golo, com destaque para um remate cruzado de Élio, aos sete minutos, perante um Freamunde com um futebol mais trabalhado, mas algo desconexo e apático.

Todavia, o Freamunde surpreendeu os aveirenses no regresso do intervalo e Bock, aos 47’, aproveitou um centro da direita de Bertinho e uma falha de Bruno Conceição para se estrear a marcar no campeonato. O Beira-Mar, quase sempre melhor no jogo, acusou o golo e podia ter sofrido o segundo por Bertinho, aos 57’, mas o avançado foi mais lento que Bruno Conceição a sair dos postes e perdeu a oportunidade de resolver o jogo.

A partir desse momento, o Beira-Mar assumiu o controlo do jogo e, merecidamente, restabeleceu a igualdade por Rui Varela, aos 59’, num cabeceamento após livre de Pedro Araújo. Os aveirenses Kanu e Élio, aos 64’ e 76’, voltaram a levar o perigo à baliza de Tó Figueira, que foi ganhando protagonismo até ao final, com intervenções vistosas, mas acabaram por chegar à vitória graças a Wang, aos 80’, um minuto depois de ter entrado em campo, com um pequeno desvio na área, após centro largo de Artur.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.