A Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) já está no terreno “a montar toda a logística” para a receção a Marrocos, a 26 de março, em jogo da terceira jornada do Grupo F de apuramento para o Campeonato Africano das Nações, CAN’2017.

A informação é assegurada pelo presidente da FCF, Victor Osório, para quem toda a estrutura está a ser montada para que tudo corra bem, com vista a Cabo Verde alcançar a vitória em casa, no Estádio Nacional, em Achada São Filipe, para posteriormente ir pontuar fora, em Marrocos.

Reconhecendo o valor da equipa magrebina, o dirigente federativo disse mesmo esperar que venha a ser um dos jogos mais decisivos nesta fase de qualificação para o Gabão’2017, já que Marrocos afigura-se como opositor direto de Cabo Verde na luta pelo primeiro lugar, posição que dá acesso à qualificação direta.

O jogo Cabo Verde - Marrocos servirá, igualmente, de batismo do professor Felisberto “Beto” Cardoso como novo selecionador cabo-cerdiano, desde que foi conduzido ao cargo para substituir o português Rui Águas.

Beto, que desempenhara o papel de adjunto, tanto com Rui Águas como com Lúcio Antunes, manteve o antigo internacional cabo-verdiano Bera no cargo de treinador de guarda-redes e chamou como novos adjuntos os técnicos Djimy Barros e Bassana.

Cabo Verde e Marrocos partilham o Grupo F de qualificação para CAN’2017, com seis pontos cada, ao cabo de duas jornadas, mas a seleção crioula lidera por ter melhor goal-average, enquanto Líbia e São Tomé e Príncipe ainda não somaram qualquer ponto, ao consentirem derrotas nas duas partidas já realizadas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.