No amigável realizado no Estádio Olímpico Lluís Companys, perante 20.700 espetadores, a formação crioula entrou bem no encontro e chegou ao golo aos 10 minutos por Djaniy, que antecipou-se a Piqué e desviou para a baliza um centro de Garry Rodrigues. O mesmo Djaniny já tinha falhado um golo que parecia certo aos três minutos.

Os Tubarões Azuis jogavam com à-vontade, chegando com alguma facilidade à área do guarda-redes Kiko Casilla. Mas em três minutos, a formação cabo-verdiana deitou tudo a perder.

Nesta altura entrou em cena Sergio Garcia, jogador do Espanhol que fez dois golos em três minutos e ofereceu outro. No primeiro aproveitou um ressalto da bola após cruzamento aparecer nas costas de Fernando Varela e desviar para o 1-1. No segundo aproveitou uma má saída de Cabo Verde para fazer o 2-1, após passe de Bojan. E no terceiro, aos 19 minutos, em mais uma perdida na saída de bola da formação azul-e-branca, o avançado do Espanhol ofereceu o golo a Bojan que apareceu nas costas de defesa cabo-verdiana para desviar para a baliza de Fock.

Em vantagem no marcador, os jogadores catalães passaram a jogar com menos pressão, trocando a bola entre eles, com destaque para Fabregas, Jordi Alba, Sergio Busquets, jogadores do Barcelona com o tiki-taka no seu ADN.

Mas Cabo Verde nunca deixou de procurar o golo e poderia ter reduzido antes do intervalo. Primeiro foi Calú a desviar mal uma falta marcada por Platini ao segundo poste e depois foi o próprio Platini a falhar na cara de Kiko Casilla. Destaque para um golo anulado a Sergio Garcia, num remate do meio-campo que apanhou Fock fora da baliza. Mas o lance foi anulado por falta sobre Pecks. Antes do intervalo o árbitro negou um penálti a Cabo Verde quando Piqué cortou um centro de Nivaldo Táx com o braço.

Ao intervalo, o selecionador catalão, Gerard Lopez, fez onze mexidas no onze, o que retirou alguma intensidade ao jogo da Catalunha. Apesar de atuar com nomes conhecidos, os catalães chegaram ao 4-1 aos 63 minutos por Oriol Riera, que atirou de primeira um centro de Tello.

Até ao final, as duas formações tentaram marcar mais golos mas, ao ritmo de treino, era mais complicado. Destaque para as estreias de Duba e Mailo na formação cabo-verdiana.

No jogo que marcou a despedida de Lúcio Antunes da seleção de Cabo Verde, os Tubarões perderam o Troféu Internacional da Catalunha. A equipa deixou bons indicadores a nível ofensivo mas cometeu muitos erros na defesa, principalmente no posicionamento e na saída de bola.

Ficha de jogo

Cabo Verde: Fock; Pécks, Kay, Fernando Varela e Nivaldo Táx, Calú, Toni Varela e Marco Soares; Platini, Garry Rodrigues e Djaniny.

Jogaram ainda: Vozinha, Duba, Mailo, Sidnei, Rambé e Brito.

Catalunha: Casilla; Bartra, Piqué, Valiente e Jordi Alba; Sergio Busquets, Víctor Sánchez, Cesc, Bojan;  Piti, Sergio García.

Jogaram ainda: Codina; Montoya, Valliente, Capdevilla, Alvarez, David Lopez, Serigo Roberto, Aleix Vidal, Xumetra, Tello, Oriol Rosell.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.