A seleção portuguesa de futebol feminino empatou esta quinta-feira com a Ucrânia 1-1, no estádio municipal de Abrantes, resultado que não reflete a superioridade da equipa lusa neste jogo de preparação para o apuramento do próximo Campeonato da Europa.

Os golos surgiram apenas na segunda parte, tendo Diana Silva adiantado Portugal aos 68, mas a equipa ucraniana respondeu sete minutos depois e igualou, num lance em que Carla Costa marcou na própria baliza.

Francisco Neto, selecionador nacional, afirmou no final da partida que a sua equipa merecia ganhar. "Por aquilo que nós produzimos é injusto [o resultado]. Fomos a melhor equipa durante os 90 minutos, criámos as melhores oportunidades, infelizmente não conseguimos concretizar", começou por dizer.

"O processo de conseguir criar essas oportunidades foi um passo que nós conseguimos dar em relação ao último jogo com o País de Gales. Infelizmente, não conseguimos aquilo que era um dos objetivos, que era a vitória e a concretização das oportunidades que criámos", acrescentou.

Já Diana Silva, jogadora da seleção e autora do golo, disse que "na primeira parte conseguimos encontrar os espaços que havia para jogar. Uma equipa difícil, que em contra-ataque conseguiu criar algum perigo."

"Tivemos várias oportunidades, mas não conseguimos concretizar. Depois marcámos o golo, elas vieram para cima e num erro nosso acabámos por conseguir apenas o empate. Podíamos ter conseguido a vitória. Ficou aquém daquilo que poderíamos ter feito", lamentou.

Este foi o primeiro de dois jogos de preparação da seleção portuguesa para o apuramento do próximo Campeonato da Europa, estando o reencontro entre as duas seleções marcado para o próximo domingo, em Torres Novas, às 16:00.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.