"É um momento importante para nós porque constitui a última oportunidade que nós temos de contactar com os nossos jogadores antes da convocatória final", afirmou Carlos Queiroz.

Para além dessa condicionante, é também um factor preponderante a escolha do adversário (China)  para este particular, pois Portugal terá de enfrentar no Mundial de 2010 a Coreia do Norte, uma formação com um estilo semelhante de jogo: "O objectivo foi a criação de condições para a esmagadora maioria deles estabelecer um contacto com o futebol da China e da Ásia, aquele que mais tarde vamos encontrar durante o campeonato do Mundo. Escolhi este adversário por razões específicas que se aproximam muito das características do jogo contra a Coreia do Norte".

Neste momento, Carlos Queiroz convocou 17 jogadores para este encontro particular, contudo admite que na próxima segunda-feira poderá chamar mais um ou dois atletas: "Nós temos bastantes jogos neste momento, existem jogos importantes este fim-de-semana e eu decidi para já anunciar apenas estes 17. Tenho ideia que provavelmente na segunda-feira irão juntar-se mais um ou dois nomes".

A chamada de um número reduzido de atletas foi feita com o objectivo de todos puderem jogar, como explicou o seleccionador: "A minha preocupação fundamental é ter em consideração que existem muitos jogos nas pernas, muitos compromissos da parte dos jogadores e eu estou a pensar ter um número reduzido, no sentido de todos puderem jogar, tendo em atenção as condicionantes que a própria FIFA nos impõe nestes jogos".

De fora desta primeira lista de eleitos estão, para já, os jogadores ao serviço do Benfica, como Fábio Coentrão.

O Portugal - China joga-se no próximo dia 3 de Março, no Estádio Cidade de Coimbra, às 20h15.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.