“Esperamos na Dinamarca podermos festejar. Queremos muito estar na África do Sul, mas temos de mostrá-lo no campo. No último jogo (com a Albânia), mostrámos que é possível ganhar com garra, convicção, por isso, marcámos quando todos pensavam ser impossível”, disse.

Na conferência de imprensa de antecipação do particular com o Liechtenstein, o extremo do Atlético de Madrid referiu que para já a selecção tem de pensar no encontro com a Dinamarca.

“Estamos conscientes do que está em jogo, do que precisamos fazer para estar no Mundial, por isso, digo que o jogo da Dinamarca é o mais importante. Temos de ver jogo a jogo”, referiu.

Para Simão, “a selecção precisa de ganhar, mas nem sempre é possível”, reforçando que “o mais importante será a vitória” mais do que a exibição.

Sobre o Liechtenstein, o avançado considerou que “é uma equipa, que ainda estando um pouco distante da qualidade da Dinamarca, tem algumas semelhanças, com jogadores fortes fisicamente e disciplinados tacticamente”.

Na última visita ao Liechtenstein, Portugal empatou a duas bolas, “um jogo menos bom” segundo Simão, em que a “equipa das quinas” esteve a vencer por 2-0 e acabou por empatar, mas o jogador que quarta-feira “isso não vai acontecer”.

O defesa Bruno Alves considerou que os jogadores da selecção lusa “já estão habituados a lidar com a pressão” e que sabem que “a margem de manobra é curta”.

"Acreditamos no projecto. Temos de trabalhar bem, melhorar. Acredito que, com trabalho, há sempre coisas para melhorar e é isso que vamos fazer amanhã (quarta-feira). Este jogo serve para ver em que ponto está a equipa. Penso que vamos fazer um bom jogo e ganhar, que é o mais importante”, referiu.

O jogador do FC Porto lembrou que não é só Portugal que está a ter dificuldades no apuramento e que “nos outros grupos também há equipas que não estão tão bem”, porque já “não há equipas fáceis”

“Portugal tem uma grande equipa e acreditamos no apuramento. Ganhar é sempre importante e quando começamos a ganhar rotinas dentro da equipa podemos traduzir a qualidade em golos. Foi uma fase menos boa, mas os golos vão aparecer”, referiu.

Portugal defronta o Liechtenstein, terça-feira (19:30 locais, menos uma em Lisboa), num encontro de preparação para os confrontos com a Dinamarca (05 de Setembro) e Hungria (09 de Setembro), de qualificação para o Mundial2010.

O encontro do Rheinpark Stadion, em Vaduz, terá arbitragem do suíço Carlo Bertolini.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.