O técnico escocês considera que houve interferências no trabalho de Queiroz, razão pela qual, Ferguson veio a Lisboa dar todo o seu apoio ao treinador português considerando ainda que o seleccionador nacional deve manter-se no cargo.

“O que aconteceu foi uma grande interferência no trabalho dele e é por isso que estou aqui para o apoiar, o Carlos é um dos bons homens no futebol, os anos que esteve comigo no Manchester foram fantásticos, e ele deve ficar”, afirmou Ferguson à saída da sede da FPF.

“Conheço bem Carlos Queiroz, é um grande homem com grande dignidade. Infelizmente no mundo de hoje, os controlos anti-doping são muito exigentes em termos de acesso aos jogadores. Queiroz teve sempre um comportamento de cavalheiro no Manchester e não é contra os controlos anti-doping” disse Ferguson à saída da sede da Federação Portuguesa de Futebol.

Em relação a toda esta situação, o técnico escocês considera que é uma situação complicada para um homem que tem uma grande reputação.

“Não é fácil (toda esta situação) para um homem da sua reputação, e a reputação é muito importante no futebol”, finalizou o experiente treinador escocês.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.