Fernando Gomes, candidato à presidência da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) apostou na “prata da casa” com os convites, já aceites, a Humberto Coelho, Pauleta e Mónica Jorge para integrarem uma futura direção do organismo.

O ainda presidente da Liga, candidato às eleições de 10 de dezembro na FPF, apontou agora a três personalidades com presente e passado nas seleções, a começar por Mónica Jorge, líder da equipa técnica da equipa feminina e única mulher portuguesa com habilitações para treinar clubes profissionais.

Mónica Jorge é a única, entre o trio de convidados agora por Fernando Gomes, com “estatuto presente” na FPF, chefiando a equipa técnica nacional feminina desde 2007, embora tenha desempenhado funções de adjunta desde 2000.

Pauleta já arrumou as chuteiras, mas figura na história do futebol português como o melhor marcador de sempre da seleção, com 47 golos (88 internacionalizações), tendo abandonado a equipa das “quinas” depois do quarto lugar no Mundial2006, na Alemanha.

Goleador de referência, o açoriano fez carreira no estrangeiro, sendo mesmo o único jogador de sempre a representar Portugal sem nunca ter jogado no primeiro escalão nacional.

Depois de sair do Estoril-Praia em 1996, para representar os espanhóis do Salamanca, Pauleta nunca mais jogou em Portugal, passando depois por Deportivo da Corunha, Bordéus e Paris Saint-Germain.

Já Humberto Coelho, antiga glória do Benfica, clube que representou entre 1968 e 1978, década intermediada pela passagem pelo Paris Saint-Germain, também foi um dos esteios da seleção, mas foi como treinador que mais deu nas vistas com a equipa nacional.

Selecionador entre 1998 e 2000, culminou esse trajeto com o terceiro lugar no Euro2000, depois de passagens, quase discretas, por clubes como o Sporting de Braga e Salgueiros.

Apesar da prestação no Euro2000, Humberto Coelho não viu o contrato renovado com a FPF, passando depois por seleções como Marrocos, Coreia do Sul e Tunísia.

Além de Fernando Gomes, também António Sequeira, ex-dirigente federativo, assumiu a candidatura à presidência da FPF, cujas eleições estão marcadas para 10 de dezembro, tal como o ex-presidente do Sporting Filipe Soares Franco, que entretanto abandonou a corrida.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.