A Selecção Nacional disse que iria estar super concentrada em campo, tentado ao máximo abstrair-se do público que esta noite faz mostras de que não vai “perdoar”. O Inferno da Luz parece ter-se instalado em Zenica e duas horas antes da partida, os 15 mil lugares que compõem o estádio estão ocupados.

Desde a recepção, segunda-feira, no aeroporto de Sarajevo, até ao momento, os bósnios já demonstraram que este “embate” é mais que um jogo, mostrando todo o seu espirtio guerreiro.

Em Zenica, Carlos Queiroz não vai poder contar com os cerca de 51 mil portugueses que encheram o estádio da Luz, no passado sábado, nem vai ouvir o cântico “cheira bem, cheira a Lisboa”. Antes, e pelo que se vê, vai ter que lutar contra um 12.º elemento que parece que não vai dar descanso.

O Bósnia-Portugal, segundo e decisivo jogo do playoff de apuramento para a África do Sul, começa às 19:45.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.