Portugal começou o apuramento rumo ao Euro2012 da pior forma. Sem Carlos Queiroz no banco a comandar, a equipa das quinas sofreu o primeiro golo da primeira parte logo aos dois minutos.

Num contra-ataque rápido do Chipre, Aloneftis surgiu do lado esquerdo e aproveitou a saída do guardião Eduardo executando um chapéu. O silêncio apoderou-se do Estádio D. Afonso Henriques.

A Selecção Nacional demonstrou, logo de seguida, que queria inverter rapidamente a história do jogo e, cinco minutos depois, Hugo Almeida estabeleceu o empate, de cabeça, após o cruzamento da esquerda de Nani.

Enquanto o mágico Ricardo Quaresma e o motor Nani impulsionavam o ataque português, os cipriotas voltaram a surpreender a equipa das quinas, e os portugueses, com o segundo golo.

Aos 11 minutos, Raul Meireles atrasou mal uma bola e Konstantinou aproveitou o erro do agora jogador do Liverpool ultrapassando o guarda-redes de Portugal e enviando depois a bola para dentro das redes órfãs.

Portugal fazia de tudo para alcançar o empate em Guimarães, mas por vezes esquecia-se da defesa. Aos 19 minutos, Bruno Alves, em zona perigosa, perdeu a bola para um jogador cipriota e este só não concluiu a jogada porque Ricardo Carvalho interceptou o lance.

Raul Meireles redimiu-se do erro que deu origem ao segundo golo cirpiota marcando o segundo golo de Portugal. O médio, fora da área, rematou rasteiro, com a bola a bater no relvado, e o guarda-redes do Chipre ainda tocou mas deixou-a passar para lá da linha de golo.

Perto do final do primeiro tempo, Hugo Almeida e Fábio Coentrão estiverem muito perto de marcar.

Ao intervalo, regista-se um empate a dois golos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.