As nórdicas demonstraram a sua superioridade durante todo o encontro e não deram qualquer hipótese às portuguesas, que se limitaram a defender o melhor possível as investidas das adversárias e, de vez em quando, lá tentavam chegar à área contrária.

Na resposta ao golo de Nanna Christiansen, apontado aos 13 minutos, ainda respondeu Edite Fernandes com um remate à barra quatro minutos depois, mas o facto é que até ao intervalo não surgiu qualquer oportunidade para nenhuma das partes.

Na segunda parte, disputada debaixo de chuva e vento, a superioridade da Dinamarca manteve-se e o marcador acabou por ser dilatado aos 77 e 87 minutos, através de Kristine Petersen, que tinha entrado nesta etapa.

A seleção de Mónica Jorge lutou muito, mas contra o poderio desta formação dinamarquesa pouco ou nada podia fazer.

A Dinamarca reforça assim a liderança do grupo 7, agora com 9 pontos, mais cinco do que a República Checa, que é segunda. Portugal mantém a terceira posição e fica com a vida mais complicada para o apuramento, que vai ter que disputar com as checas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.