A seleção portuguesa de futebol tem na terça-feira de somar o nono triunfo consecutivo no Grupo B e por fim ao registo 100% vitorioso da Suíça, para garantir o apuramento direto para o Mundial2018.

Como era esperado, lusos e helvéticos vão decidir na última ronda, no Estádio da Luz, em Lisboa, o acesso ao próximo Campeonato do Mundo, depois de terem dominado um grupo composto ainda por Hungria, Letónia, Ilhas Faroé e Andorra.

Para estar pela sétima vez, quinta seguida, na fase final de um Mundial, Portugal tem de vencer a Suíça, que parte em vantagem para esta ‘final', ainda graças ao triunfo na jornada inaugural sobre os campeões europeus, por 2-0.

Após nove jornadas, Portugal ocupa o segundo posto do grupo, com 24 pontos, menos três do que a Suíça, que lidera só com vitórias. A nível de diferença de golos, que nesta qualificação é o principal fator de desempate, a seleção nacional tem saldo positivo de 26, contra 18 dos helvéticos.

A seleção nacional ficou logo em 'maus lençóis', quando, na estreia no grupo, foi derrotada pelos suíços, em Basileia, por 2-0.

Em 06 de setembro de 2016, no primeiro jogo oficial depois de conquistar o Europeu de França e sem Cristiano Ronaldo, lesionado na final de Paris, a seleção lusa até entrou bem na partida frente aos helvéticos, mas duas desatenções na primeira parte foram fatais.

Aos 23 minutos, na primeira vez que a Suíça chegou à baliza de Rui Patrício, Breel Embolo aproveitou uma defesa incompleta do guarda-redes luso e deu vantagem à sua equipa.

Pouco depois, aos 30 minutos, a formação da casa aproveitou alguma lentidão da seleção portuguesa e, na conclusão de um rápido lance de contra-ataque, Mehmedi fez o segundo dos locais, com um belo remate à entrada da área.

Foram dois 'socos' em apenas sete minutos, que deixaram Portugal praticamente 'KO'.

Um mês depois, em Aveiro, e já com Ronaldo, Portugal alcançou uma esperada goleada perante Andorra, por 6-0, com o avançado luso a marcar pela primeira vez quatro golos num só jogo com a camisola das 'quinas'. Só Eusébio, Nuno Gomes e Pauleta tinham antes chegado ao 'póquer'.

João Cancelo, no seu primeiro jogo oficial, também ajudou à goleada, que terminou com o primeiro golo de sempre de André Silva pela seleção principal.

Três dias depois, nova goleada por 6-0, desta vez perante as Ilhas Faroé, em Torshavn, com André Silva, aos 20 anos, a tornar-se no mais jovem jogador a marcar um 'hat-trick' pela equipa das 'quinas'.

Num jogo de total domínio luso, Cristiano Ronaldo, João Moutinho e João Cancelo fecharam o resultado.

Em novembro, no último encontro de 2016, Portugal obteve nova vitória e nova goleada, desta vez no Estádio Algarve, perante a Letónia, por 4-1, com mais dois golos de Cristiano Ronaldo.

William Carvalho e Bruno Alves apontaram os outros golos lusos, enquanto o suplente Arturs Zjuzins faturou para os letões.

Em março deste ano, o capitão da seleção nacional manteve o 'vício' dos golos e fez mais dois frente à Hungria, no triunfo por 3-0 no Estádio do Luz, alcançado a marca dos 70 com a camisola das 'quinas'.

Depois de iniciar a jogada do primeiro golo, apontado por André Silva, aos 32 minutos, o jogador do Real Madrid apontou o segundo aos 36, com um potente remate de fora da área, de onde também marcou o terceiro, de livre direto, aos 65.

Três meses depois, Ronaldo voltou a ‘bisar’, desta vez em Riga perante a Letónia, no triunfo por 3-0, e fez a assistência para André Silva apontar o terceiro.

Após a inédita participação na Taça das Confederações, que terminou com a terceira posição, Portugal voltou à fase de apuramento com esperada goleada sobre as Ilhas Faroé, por 5-1, com um 'hat-trick' de Ronaldo.

O avançado passou a somar 78 golos, em 144 jogos pela equipa das 'quinas', e 14 na qualificação.

William Carvalho e Nelson Oliveira apontaram os outros tentos da seleção nacional, enquanto Rogbi Baldvinsson marcou o tento de honra dos forasteiros.

Numa das mais complicadas deslocações do grupo, Portugal foi à Hungria vencer por 1-0, com André Silva a marcar o único golo, com assistência de Ronaldo.

Difícil foi também a vitória por 2-0 em Andorra, com Ronaldo a ser novamente determinante, num encontro que iniciou no banco de suplentes, por estar em perigo de castigo.

No complicado relvado sintético do Estádio Nacional da Andorra, o avançado foi lançado na segunda parte e fez o primeiro golo de Portugal, chegando aos 15 na qualificação. Perto do final André Silva confirmou a vitória, em jogada iniciada por Ronaldo.

O decisivo Portugal-Suíça está agendado para terça-feira, a partir das 19:45, e vai ser arbitrado pelo turco Cüneyt Çakır.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.