"Há algumas contrariedades decorrentes dos jogos do último fim-de-semana que, de alguma forma, limitam o trabalho. Mas, são contingências às quais não podemos fugir e temos de trabalhar com estes condicionalismos", afirmou o seleccionador português da equipa de sub-20, Paulo Alves.

Ausentes da concentração, o guarda-redes Anthony Lopes (Lyon) e o defesa Abel Pereira (Mafra) continuam lesionados, enquanto o defesa Filipe Brigues (Vitória de Setúbal), os médios André Martins e Diogo Rosado (Real Massamá), David Simão (CD Fátima) e o avançado Wilson Eduardo (Real Massamá) foram avaliados em Rio Maior e dispensados pelo técnico.

Todavia, Paulo Alves reiterou a necessidade de "preparar bem o grupo e dotá-lo dos pressupostos fundamentais para representarem a selecção", tendo em vista o Torneio Internacional da Madeira e o Torneio de Toulon. "Não esquecendo o futuro e a perspectiva que estes jogadores têm de integrar, a curto e médio prazo, a selecção de sub-21", frisou o técnico, salientando o exemplo do avançado Fredy, do Belenenses.

Entre os 17 disponíveis, Paulo Alves conta com o defesa esquerdo Hugo Costa (Varzim), estreante no escalão, visivelmente entusiasmando com a "nova experiência". "Estou muito contente e é sempre mais uma motivação para continuar a trabalhar", referiu Hugo Costa, mostrando-se empenhado em "ganhar mais ritmo e confiança".

Já o internacional sub-21 Fredy rejeitou encarar esta convocatória aos sub-20 como uma "despromoção". "O meu escalão é este e felizmente fui chamado para os sub-21. É sempre um orgulho e um prazer estar na selecção, até porque os treinadores são os mesmos", confessou o avançado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.