Sobre o número significativo de jogadores condicionados no plantel da Selecção Nacional, Ricardo Carvalho entende ser um factor que “condiciona o trabalho do mister, mas pouco mais pode fazer do que tem feito”. No entanto, tem esperança que “recuperem para o jogo” contra a Hungria, a realizar-se este sábado às 20h45.

Um dos condicionados é o seu colega de equipa no Chelsea, Bosingwa, que realizou trabalho condicionado esta manhã, e Ricardo Carvalho afirmou que o jogador “está optimista e confiante depois da ressonância que fez”. Também Ronaldo, a recuperar de uma lesão, “está a evoluir bastante e ele próprio quer ajudar a Selecção. Este sábado deverá estar pronto para nos ajudar. Sinto que ele vai jogar”, disse o defesa.

Carvalho maximiza a importância de Cristiano Ronaldo na equipa das “quinas”: “Ele tenta sempre fazer o melhor dele, mas por vezes as coisas não nos ocorrem bem. Por vezes na selecção, não temos o tempo necessário para nos entrosarmos e para treinarmos. É muito rápido e as coisas não nos correm tão bem como no clube, mas estamos a melhorar nesse aspecto”.

Os dois jogos decisivos para a Selecção, Dinamarca – Suécia e Portugal – Hungria, terão horários diferentes, o primeiro às 19 horas e o segundo às 20h45 deste sábado, e Ricardo Carvalho entende que o ideal seria jogarem primeiro ou ao mesmo tempo. “Mas seja o resultado que for nós temos é de pensar ganhar o nosso jogo, e ganhar o de quarta e esperar até ao fim”, acrescentou.

O penúltimo jogo da jornada da fase de qualificação é este sábado, contra a Hungria e Ricardo Carvalho sabe que Portugal tem de “concretizar mais golos e ganhar. Eles (Hungria) vão ter de jogar mais para a frente, eles ainda têm as suas possibilidades.

O último jogo da jornada realiza-se esta quarta, em Guimarães, frente à Malta, às 20h45.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.