Paulo Dybala tem sido alvo de forte assédio por parte de vários clubes, mas o diretor-geral da Juventus já veio a público ressalvar que o atleta é inegociável.

"No novo contrato do Dybala tivemos em consideração o crescimento do jogador. Haverá uma série de atividades comuns com o objetivo de traçar um largo trajeto em conjunto. O Paulo não tem preço", disse Giuseppe Marotta ao 'Tuttosport'.

O diretor-geral do emblema de Turim salientou mesmo que o jogador não ficará blindado por uma cláusula de rescisão, algo que considera ser "uma loucura".

"O valor de um jogador é medido no valor da venda. Se tivesse colocado uma cláusula ao Pogba três anos antes da venda, então 60 milhões seria bom. Mas depois foi vendido por 110. A cláusula é uma loucura, nunca a colocarei. Coloca-te numa posição frágil e não em vantagem", frisou.

Paulo Dybala foi um dos principais jogadores da Juventus na presente temporada, tendo apontado 18 golos e efetuado nove assistências.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.