Cristino Ronaldo não marcou no triunfo por 3-1 da Juventus sobre o Génova e, num gesto de frustração, quando o árbitro apitou para o final da partida o internacional português despiu a camisola e atirou-a ao chão. Um gesto que continua a fazer correr muita tinta na imprensa italiana.

"Sem golos e com nervosismo", refere esta terça-feira o 'Corriere dello Sport'. "Pouco respeito por um objeto sagrado", escreve o diário 'Quotidiano Sportivo', questionando os motivos por detrás da atitude de Ronaldo: "Será nervosismo ou vontade de se ir embora?"

O termo "nervosismo" também foi utilizado por Walter Zenga, treinador e antigo internacional italiano, que considera que CR7 "já não é o mesmo do ano passado".

"O seu nervosismo está associado ao facto de ter percebido de que já não é capaz de causar o mesmo impacto na equipa. Como grande homem e campeão que é, está zangado com ele próprio», afirmou Zenga à Radio 1.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.