A Lazio venceu hoje por 2-1 em casa do AC Milan, para a 11.ª jornada da Liga italiana de futebol, e ascendeu ao quarto lugar, com 21 pontos, a oito da líder Juventus.

Ciro Immobile colocou a Lazio em vantagem, aos 25 minutos, mas um autogolo do angolano Bastos permitiu ao AC Milan empatar a 1-1, aos 28. Já perto do final do encontro, a Lazio chegou à vantagem pelo argentino Joaquim Correa, aos 83.

Com este triunfo em casa do AC Milan, do português Rafael Leão, a Lazio ascendeu ao quarto lugar, tirando partido da derrota da Atalanta na receção ao Cagliari (2-0), respetivamente quinto e sexto classificados, com 21 pontos.

A Roma, orientada pelo português Paulo Fonseca, que no sábado derrotou o Nápoles, segue na terceira posição, com 22 pontos, a seis do Inter Milão, segundo posicionado, a um ponto da Juventus.

O Verona, com o português Miguel Veloso a assistir para Eddy Salcedo inaugurar o marcador, aos 50 minutos, venceu por 2-1 na receção ao Brescia, numa partida marcada pela ameaça de Mario Balotelli deixar o relvado devido a cânticos racistas.

O segundo golo do Verona foi marcado por Matteo Pessina (2-0), aos 81 minutos, e já depois de ter ameaçado abandonar o relvado do estádio Marc’Antonio Bentegodi, devido a insultos, Balotelli reduziu para o Bréscia (2-1), aos 85.

Com este triunfo, o Verona subiu da 11.ª para a nona posição, com 15 pontos, e ultrapassou o Parma, que segue logo atrás com 14, devido ao empate a 1-1 em casa da Fiorentina (8.ª, com 16).

O costa-marfinense Gervinho colocou o Parma em vantagem aos 40 minutos, mas a Fiorentina empatou por Gaetano Castrovilli, aos 67.

O Cagliari venceu por 2-0 em casa da Atalanta, com golos do alemão Mario Pasalic, aos 32 minutos, na própria baliza, e do uruguaio Christian Oliva, aos 58, e ‘encostou’ no seu adversário de hoje na tabela classificativa.

A Atalanta, que ficou reduzida a 10 elementos aos 39 minutos, por expulsão de Josip Ilicic, manteve os mesmos 21 pontos na Série A, mas viu o Cagliari, atual sexto posicionado, que partiu para a jornada com 18, igualar o seu pecúlio pontual.

A Udinese também foi ganhar por 3-1 a casa do Génova, que até marcou primeiro, pelo macedónio Goran Pandev, aos 22 minutos, com golos do argentino Rodrigo de Paul, aos 32, do sueco Ken Sema, aos 87, e de Kevin Lasagna, aos 90+4.

Com este triunfo, após duas derrotas ‘pesadas’ na Serie A, por 4-0 com a Roma e 7-1 com a Atalanta, a Udinese, 12.ª com 13 pontos, afastou-se da linha de despromoção, enquanto o Génova, 17.º com oito, manteve-se em zona de perigo.

Também na luta pela fuga aos últimos lugares, Lecce e Sassuolo empataram 2-2.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.