A Sampdoria informou esta quita-feira que foram registados mais três casos de infetados por COVID-19 no clube, na sequência dos testes realizados aos elementos do futebol profissional com o intuito de retomar os treinos.

"No decurso dos testes a que os jogadores foram submetidos [no regresso aos treinos individuais] três novos casos positivos e uma recaída apareceram", assumiu a Sampdoria, que não revelou os nomes.

A 'Samp' acrescentou ainda que existe mais um outro caso, referente a um jogador que já esteve infetado e que entretanto tinha daado negativo, mas que voltou agora a acusar a presença do novo coronavírus. Os infetados estão em quarentena e encontram-se assintomáticos, explicou o clube.

Em Março a Sampdoria reportou que sete jogadores do clube estiveram infetados: Gabbiadini, Bereszynski, Colley, La Gumina, Ekdal, Thorsby, e Depaoili.

Horas antes, também a Fiorentina tinha comunicado a existência de três futebolistas infetados no plantel, num total de seis casos de infeção, três dos quais em jogadores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.