Roberto Mancini deixou o comando do Inter de Milão aquando da chegada de José Mourinho, há mais de um ano, mas continuava a receber o ordenado de seis milhões de euros anuais devido à falta de acordo para a quebra do vínculo.

O técnico transalpino, que conquistou três campeonatos pelos nerazzurri, tinha contrato até 2012, mas chegou finalmente a acordo com o clube para a rescisão. O presidente Massimo Moratti aceitou pagar oito milhões de euros, libertando também Mancini para assinar por outro clube.

O acordo surge num momento em que o treinador transalpino vê o seu nome ser apontado como uma das hipóteses de sucessão a Manuel Pellegrini no Real Madrid, caso o chileno seja demitido pelos merengues.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.